15 agosto 2013

Guia de compras internacionais

E aí, lindos e lindas? Sei que eu deveria ter postado ontem, mas a rotina me mandou pra cama mais cedo (estava morta!). Esse é um post que ficará "fixo" aqui na lateral do blog. Vejam que temos um pequeno banner "Guia de compras internacionais"... Assim vocês podem tirar suas dúvidas rapidamente sempre que quiserem ;)
Tenho recebido muitas perguntas quanto aos sites internacionais onde faço compras, sobre a forma de pagamento, entrega, demora, taxas... Enfim! Resolvi fazer um apanhado de tudo e reunir aqui, em forma de post, pra vocês. Espero que sane todas as dúvidas. =)
Nota: O post é gigante mas vale a pena.


  • Onde posso comprar?
Em sites que entregam para o Brasil. Parece óbvio dizer isso, mas muita gente se apaixona por várias peças, sai colocando no carrinho e já fazendo os cálculos, e esquece de ver se aquela loja envia produtos para o Brasil! Para descobrir isso, procure no site algum link assim: "Shipping" / "Shipping and payment" / "Shipping and delivery". Esses links normalmente estão no final da página, e te levam à paginas que explicam o método de envio dos produtos da loja. Se não for boa no inglês, peça ajuda de alguém ou se joga no google tradutor! O importante é verificar se a loja realmente faz envio internacional, pra não quebrar a cara lá na frente!

  • O site é confiável?
As únicas maneiras para descobrir o grau de confiança de uma loja são: 1) Comprando lá ; 2) Mediante depoimentos das pessoas que já compraram.
O primeiro passo é sempre se jogar no google atrás de informações. É absolutamente comum pessoas darem depoimentos de compras que fizeram e chegaram, e sobre o estado delas (Como quando eu comprei no Mini in the box). Se ainda não confiar totalmente, antes de comprar o que você quer, faça uma compra baratinha (O item mais barato possível) e veja se chegou tudo certinho =)
No caso de ebay e aliexpress, você deve avaliar a reputação de cada vendedor, pois você não estará comprando nada do "ebay", e sim do vendedor fulano de tal que mora não sei aonde. Pra analisar isso, olhe a reputação (Perto do nome tem uma porcentagem. Quanto mais próximo dos 100%, melhor) e os comentários que ele recebeu.

Para sites nacionais (Ok, eu sei que esse é um guia internacional, mas ainda assim vou dar essa dica), temos o site Reclame aqui que reúne depoimentos de clientes.


  • Formas de pagamento
1) Cartão internacional
A primeira, mais usual, e mais lógica forma de pagamento de sites internacionais é (tchanrann): O cartão internacional! Algumas opções:
 1.1) Cartão saraiva (Precisa ter 21 anos ou mais)
 1.3) Santander Universitário
 1.4) Petrobrás
É importante lembrar que cartões de crédito cobram taxas, e os internacionais mais ainda. Nesse caso, temos a cobrança do IOF (Imposto sobre operações financeiras), que equivale a 6,38% do valor da compra + frete em reais. Além disso, o valor de conversão do dolar não é o do dia da compra, e sim o valor que ele terá no dia do vencimento da sua fatura! Então é bom deixar pra comprar perto do vencimento se você estiver com dinheiro contado.
Na cobrança do cartão o valor já vem convertido em reais com as taxas inclusas.
Pra quem não acha seguro sair colocando seu numero do cartão em qualquer site, existe o Paypal! Ele é um site intermediário entre você e a loja (Mas nem todas as lojas aceitam paypal!). Você se cadastra no site e coloca seus dados e número do cartão lá. Depois que for verificado (Eles te cobram menos de 10 reais e, quando sua fatura chegar você descobre o valor e informa no local indicado no site), você usa o cadastro na hora das compras, e não o número do cartão. Diferente do pagamento direto por cartão, o valor do dólar para conversão em pagamentos através do paypal é o do dia da compra!


2) Cartão pré-pago
Na tentativa de suprir a necessidade consumista das pessoas que não possuem cartões de crédito internacional, criaram os cartões pré-pagos. Lá você cria uma conta e recebe um "cartão de crédito virtual" (Número e tal). Você deposita o dinheiro ou faz um pagamento em boleto (Que leva uns 3 dias pra cair lá) e depois utiliza aquele valor pra pagar alguma compra. O bom é que não precisa pagar anuidade  e o valor do dólar é o do dia! Algumas opções:
 2.1) Neteller
 2.2) MEO cartão
 2.3) PPfacil


3) Boleto
Siiiiiim! Existem almas bondodas neste mundo da interebsss! Alguns sites gringos aceitam pagamento por boleto! São muito poucos os casos, mas existem! Nesses sites você faz o pagamento por boleto normalmente, como em sites nacionais. Algumas lojas que aceitam esse pagamento:
 3.1) Chicwish
 3.2) Mini in the box
 3.3) Aliexpress

  • Fretes e taxas
Assim como o sistema de entregas (maravilhoso, sqn) brasileiro, na gringa existem várias formas de envio. Fiz uma tabelinha que resume bem os três que conheço:


No caso de fretes que te dão direito a um número de rastreio funciona da seguinte forma: Você recebe do vendedor um código com 2 letras no início (Que correspondem ao tipo de postagem), 9 números e 2 letras no final (Correspondem à localização do vendedor). É só colocar esse código no site dos correios e você verá a situação atual do seu pacote.
Pra quem tem celular android, eu indico o app "Correios: rastrear encomendas".

O frete escolhido também influencia na probabilidade do seu pacote ser taxado, visto que, quanto mais rápida e segura for a entrega, maior a visibilidade sobre esse sistema.
Han? Como assim eu tenho que pagar taxas?
Sim! Quando compra no exterior, você assume os riscos de taxas sobre seus produtos. Essa é a forma desonesta do governo nos "incentivar" a movimentar o mercado nacional, ao invés de importar produtos. 

Uma das nossas maravilhosas leis, denominada Lei de importação de bens via remessa postal ou encomenda aérea internacional, inclusive para encomendas via internet - Regime de tributação simplificada (que está disponível no site da receita federal) dita quando e como um produto deve ser taxado:
- Todos os produtos seguem essas normas, com exceção de livros e jornais (São isentos de taxas) e bebidas e fumo (Regidos por outra lei).
- Se aplica uma tributação de 60% (Podendo chegar a 80% quando é cobrado o ICMS) a mais em cima do valor do produto que importamos (Não se trata do valor declarado, e sim do valor que consta na tabela deles).
- O valor máximo dos bens a serem importados neste regime é de US$ 3,000.00 (três mil dólares americanos)

ATENÇÃO! Muita gente espalha por aí que compras até 50 dólares não são taxadas, mas não é bem assim! Essa regra só vale para pacotes enviados de pessoa física para pessoa física com valor declarado até U$ 50,00. Lembrem que as lojas são pessoa jurídica, não se encaixando, portanto, nessa abertura.

Entendam que, por lei, toda remessa deve ser tributada para liberação (exceto aqueles casos que cumprem totalmente os crítérios para Isenção, o que é raríssimo). Só que a Receita Federal não dá conta de verificar o volume gigante de remessas internacionais que chega ao país, por isso o trabalho é feito por amostragem. Por isso, muitos que seriam taxados, acabam passando despercebidos... 
Ser ou não taxado é pura "sorte". Os pacotes ficam lá, na alfândega, e alguém pode suspeitar de determinado pacote e ir lá conferir. Se ele achar que o valor declarado não condiz com o valor real da mercadoria, tributam a compra! Além disso, o que você compra também influi. Livros, por exemplo, são isentos de taxas. Enquanto eletrônicos quase sempre são taxados.

  • Como eu sei que fui taxado? E o que eu faço?
Quando seu pacote for taxado, você receberá em casa um aviso dos correios explicando que sua encomenda foi tributada e dizendo quanto e onde você pagará pra recebê-la. A partir daí você tem duas opções: Pagar ou recorrer. Caso você ache que vale a pena pagar o imposto, siga as recomendações do aviso que recebeu. Vale salientar que só aceitam pagamento à vista! Nada de cartão ou cheque.


  • E se eu não concordar com a taxa e quiser recorrer?
Você pode! Se a taxa veio bem mais alta que o valor do próprio produto ou você julgou o valor abusivo, você pode reunir alguns documentos e pedir revisão da tributaçao: Tire printscreen do site (Pagina que mostre o produto e o valor anunciado), pegue a fatura do cartão e a nota fiscal que veio com o produto e preencha um formulário no correio anexando tudo isso. Esse formulário vai ser encaminhado para a Receita Federal, que avaliará seu pedido individualmente e pode ser que eles diminuam o valor das taxas...
Por outro lado, também é possível que eles aumentem o imposto cobrado sobre o seu produto. Eles podem perceber que não cobraram o suficiente e aumentar ainda mais o valor. 


ATENÇÃO! Em alguns casos extremos, o comprador pode ser multado! Isso acontece quando o vendedor envia um produto e no pacote declara um valor bem abaixo do real (Declara $15 ao invés de %65, por exemplo, na tentativa de evitar taxas). Quando isso acontece, o comprador recebe uma multa por estar colaborando com práticas ilegais.

E aí... deu pra tirar todas as dúvidas? Sei que o post ficou imenso, mas só assim pra explicar cada detalhe dessa saga das compras internacionais. Agora que vocês já viram que o Aliexpress está aceitando pagamento por boleto, só digo uma coisa: SE JOGA! kkkkk Mas faz as contas antes pra comprar conscientemente. Não vai bancar a Becky Bloom, ein?

Beijão! Bom restinho de semana... Que Deus os abençoe!